Prêmio Mulher de Negócios reconhece empenho de empresárias paraibanas

maria_da_paz_sebraePbAs empresárias paraibanas Ana Maria de Araújo Gonçalves, de João Pessoa, Clair Leitão Martins Diniz, de Patos, e Maria da Paz Nascimento dos Santos e Silva, de Pombal, venceram a etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. Em cerimônia realizada na terça-feira (5), no Solar das Águas, em Cabedelo, elas concorreram com outras 70 empreendedoras do Estado e tiveram as suas histórias de superação e empreendedorismo reconhecidas. As empresárias serão as representantes da Paraíba na etapa nacional da premiação.
Premiada em primeiro lugar na categoria “Pequenos Negócios”, Clair Leitão Martins Diniz está à frente do escritório de contabilidade pública Clair & Leitão. Contadora e economista, Clair realizou o sonho de ter uma das maiores empresa de contabilidade pública do Estado após vários começos e recomeços ao longo da sua trajetória profissional, cursos de capacitação, além de muito investimento pessoal e financeiro. Hoje a empresa tem um faturamento em torno de R$ 1,7 milhão e uma cartela de cerca de 30 clientes.
Ana Maria de Araújo Gonçalves ganhou o troféu ouro na categoria “Empreendedora Individual”. Proprietária da Loke Brinke, a empresária atua no mercado de locações de brinquedos infláveis e mecânicos há mais de dez anos e está formalizada há dois anos. Superando obstáculos, Ana Maria buscou na carreira de atleta a perseverança para conquistar a autonomia financeira e realizar o desejo ter o próprio negócio.
Já Maria da Paz Nascimento dos Santos e Silva foi a vencedora na categoria “Negócios Coletivos”. No comando da Associação Comunitária dos Agropecuaristas do São João, que foi criada quando a empreendedora se deparou buscando alternativas para melhorar de vida, Maria da Paz viu na instalação de uma agroindústria de polpas de frutas a possibilidade para garantir renda para famílias da região. Com muita persistência, capacitação, envolvimento da comunidade, além de parcerias com diversas instituições de fomento, o negócio foi ampliando e hoje os produtos são comercializados através do Programa Compra Direta da Agricultura Familiar, do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).
Na categoria ‘Pequenos Negócios’ também foram premiadas em segundo lugar Rejane Maria dos Santos, da Caçula Construções (Princesa Isabel) e em terceiro lugar Marlene Costa de Luna Freire, da Xica Pimenta Restaurante Self Service (João Pessoa). Já em ‘Negócios Coletivos’ foi reconhecido, em segundo lugar, o trabalho de Mauricéa Barbosa de Aguiar, Associação Mãos que se Ajudam – Cocada na Kenga (Lucena) e em terceiro as atividades de Maria Helena Lourenço dos Santos, da Cooperativa dos Floricultores do Estado da Paraíba – Flores do Brejo (Pilões). Na categoria “Empreendedoras Individuais”, o segundo lugar ficou com Magna Cely de Pontes Lordão, da Dolce Zero (João Pessoa) e em terceiro Thais Fernandes de Araújo, da empresa Presentes Especiais (João Pessoa).
O superintendente do Sebrae Paraíba, Júlio Rafael, ressaltou que o evento foi um momento para a instituição homenagear as mulheres que têm contribuído para o crescimento da economia do Estado. “As mulheres da região Nordeste se destacaram em recente pesquisa elaborada pelo Sebrae Nacional e o IBPQ. Mais da metade das empresas com menos de três já são comandadas por mulheres na região. Isso mostra a nossa força”, destacou Júlio Rafael.
O vice-governador do Estado, Rômulo Gouveia, que compareceu ao evento, destacou a participação da Paraíba na premiação nacional e parabenizou as 70 mulheres inscritas no prêmio. “Quero lembrar também que o Governo do Estado, através do Empreender Paraíba, oferece linhas de crédito específicas para as mulheres”, afirmou.
Premiação
A gestora estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, Maria José Menezes, disse que a premiação objetiva valorizar e reconhecer as trajetórias de vida de mulheres paraibanas que, com visão e perseverança, transformaram o sonho de ter seu próprio negócio em modelo de empreendedorismo feminino. Ela informou que no dia 8 de março serão conhecidas as vencedoras nacionais do Prêmio. Na mesma data serão abertas as inscrições para a próxima edição da premiação. As empresárias premiadas na etapa estadual recebem troféu, certificado e um selo de reconhecimento, além de um curso oferecido pela instituição e 16 horas técnicas de consultoria.
A participação das empresárias paraibanas tem crescido a cada edição e ganhado visibilidade nacional. Das oito edições do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, as paraibanas já receberam dois troféus ouro, quatro prata e três bronze na etapa nacional. O diretor financeiro e administrativo do Sebrae Paraíba, Ricardo Madruga, disse que o nível das candidatas nesta edição foi bastante alto e ressaltou o perfil das empreendedoras e o índice de sobrevivência das empresas dirigidas por mulheres.
Mulheres empreendedoras se destacam no Nordeste
A pesquisa Global Entrepreneurship Monitor 2012 (GEM), realizada pelo Sebrae em parceria com o Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP), divulgada na última quinta-feira (31), mostrou que, na região Nordeste do Brasil, as mulheres já superaram os homens no comando das empresas com até 3,5 anos. Segundo a pesquisa, 51,8% das empresas iniciais da região Nordeste são de mulheres.
Nacionalmente, o comando de mulheres nas empresas chega a 49,6% nas novas empresas (até 3,5 anos). Já nas empresas com mais de 3,5 anos, os homens assumem a liderança tanto no país (56%), quanto no Nordeste (52,9%). De acordo com a gestora do prêmio Sebrae Mulher de Negócios na Paraíba, Maria José Menezes, apesar da pesquisa não oferecer dados estaduais, estes percentuais traduzem o mercado local. “Entre os empreendedores individuais que temos na Paraíba, que estão dentro do que a pesquisa define como novas empresas, 46,4%, são mulheres. Isso mostra que o empreendedorismo feminino também é crescente no nosso estado”, destacou Maria José.

Agência Sebrae de Notícias